Archive for the ‘Natal’ Category

>ENTÃO É A DROGA DO NATAL…

>

Então é Natal… mais um Natal, alegria, festa, compaixão, hora de olhar para o próximo, porque somente agora é hora? não é verdade?!
Mas este ano para mim esta data não tem nenhum significado, a não ser, de uns dias para descansar e só, para começar Jesus não nasceu nesta data, isto só mostra, que já que não sabemos, temos que fazer o bem o ano inteiro e constantemente amar o próximo. Mas isso é muito até para mim, nesta sociedade egoísta, consumidora e devoradora de bonzinhos, ou se vive uma vida de monge sem “porra” nenhuma, ou para comprar um televisor você infelizmente entrou para o clube do capitalismo. Natal = Festa do consumo. 
Natal já era para mim, Natal bom era na casa da minha avó Alzira, eu criança, correndo para lá e para cá com meus primos, presentes para todo mundo, mesa farta de comidas portuguesas, meus tios contando piada, a gente assistindo uma Papai Noel bobo na tv, que ficava sentado em uma cadeira sem fazer nada, meu avô no sofá bebendo sua soda limonada, minha irmã Cristina e prima Elaine já virando mocinha e com conversas ao “pé” do ouvido. Tudo acaba, o tempo passa, a graça passa, e só me resta a revolta de ter crescido. Infelizmente vejo que também não sou Peter Pan e ninguém também o é, a maioria desse pessoal se foi.
Tinha um brinquedo que eu estava louco para ganhar chamava-se Pega-Pega da Trol, parecia um autorama, em que tinha ladrão e polícia e um tinha que correr atrás do outro, depois de um destes Natais na casa da minha avó, chego em casa estava em cima da cama de meus pais montadinho para eu brincar, o Papai Noel¹ era muito esperto, enquanto fui na casa da minha avó ele montou para mim quando chega-se brincar, quase que não deixei meus pais dormirem naquela noite.
Um dia isso volta mais de outro jeito. Então o Natal foi suspenso na minha vida, um dia ele volta!!!
¹ – Quem montou o brinquedo  foi meu tio Carlos, ele saiu no meio da festa de Natal na casa da minha avó e foi montar para mim, lembro muito da cena ele brincando comigo quando cheguei.